Atenção!A página impressa é diferente da página exibida na tela do computador.
-- - --
-- - --
Feito!
Erro!
Logo 16590-214

Honda CRF 250 Rally: preparada para grandes aventuras

Voltar ↖Seguir ↘
Notícia publicada em:31/01/2017 18:15

Honda CRF 250 Rally: preparada para grandes aventuras
Clique para ampliar a imagem ^
Honda CRF 250 Rally: preparada para grandes aventuras

 



Honda CRF 250 Rally Divulgação

Os motociclistas europeus que buscam uma moto de uso misto, com custo acessível e baixa capacidade cúbica, agora têm na Honda CRF 250 Rally uma nova opção. Lançado no Salão de Milão 2016, o modelo tem visual inspirado na CRF 450 Rally – modelo que compete no Rally Dakar, a mais importante prova fora-de-estrada do mundo. Porém, além do visual, o modelo traz especificações e equipamentos indispensáveis para uma aventura em qualquer terreno.

Protetor de motor e escape, protetores de mão, suspensões invertidas de longo curso e para-brisa alto ajudam a proteger a moto e o piloto das intempéries do tempo e também do contato inesperado com o solo, tão comuns na pilotagem fora-de-estrada.



CiclísticaAlta, a nova CRF tem 270 mm de distância mínima do solo, o que a permite superar quase todos os obstáculos. Mas, por outro lado, exigirá habilidade do piloto, afinal o assento, bastante estreito, fica a 895 mm do chão. A suspensão dianteira tem garfo telescópico invertido (upside-down) com curso de 250 mm na dianteira. Na traseira, a balança de alumínio está ancorada em um monoamortecedor com bons 265 mm de curso.

Para ajudar a encarar qualquer terreno, a roda dianteira tem 21 polegadas e a traseira, 18, ambas calçadas com pneus IRC de uso misto. Freios a disco nas duas rodas com sistema ABS completam a boa parte ciclística dessa pequena aventureira de 250cc da Honda.




Motorização


O motor é um monocilíndrico de 250 cm³, duplo comando de válvulas no cabeçote e refrigeração líquida - o mesmo que equipa a CRF 250L, modelo vendido no Brasil em 2012, mas que já saiu do line-up da montadora no País. Retrabalhado para atender às novas normas Euro 4, o propulsor de quatro válvulas é alimentado por injeção eletrônica e agora produz mais potência: 25 cv a 8.500 rpm, a mesma faixa de giros onde está seu torque máximo de 2,2 kgf.m. Para aproveitar o motor DOHC que gosta de altos giros, o piloto tem à disposição câmbio de seis marchas.

O tanque da CFR 250 Rally tem capacidade para 10,1 litros de gasolina o que, segundo o fabricante, é o bastante para rodar 320 quilômetros – projetando um consumo médio na cada dos 33 km/l.

O modelo vem equipado com farol de LED (assim como os piscas). Seu painel digital traz velocímetro, conta giro, relógio de horas e marcador do nível de combustível. Pedais e pedaleiras em alumínio trazem ranhuras para que o piloto mantenha o pé apoiado e não perca o controle da moto. Outro equipamento fundamental é a cinta no banco que poderá ajudar o piloto a desatolar a moto. Enfim, a CRF 250 Rally tem mais que inspiração visual no Rally ela tem equipamento para encarar os mesmos caminhos de uma prova como essa.

TEXTO: Cicero Lima / Agência INFOMOTO

FOTOS: Divulgação


Fonte:
Agência Infomoto 
Powered by Ofen Tecnologia da Informação