Atenção!A página impressa é diferente da página exibida na tela do computador.
-- - --
-- - --
Feito!
Erro!
Logo 16590-214

Yamaha anuncia planos para 2015 e Brasil fica de fora

Voltar ↖Seguir ↘
Notícia publicada em:19/12/2012 15:22

Yamaha anuncia planos para 2015 e Brasil fica de fora
Clique para ampliar a imagem ^
A Yamaha Motor Company anunciou no Japão, o seu novo plano de gestão para os próximos três anos (2013-2015). A estratégia da montadora é simples e ambicioso, produzir mais e vender mais, aumentando a lucratividade após o período que passou se reestruturando. No entanto, nada de novidades foi anunciado para o mercado brasileiro.

Segundo a montadora, a meta para 2015 é produzir em torno de 9 milhões de unidades de todos os seus produtos, incluindo motos, quadriciclos, motores de popa e veículos elétricos, para resultar em lucro de 80 bilhões de ienes, cerca de 953 milhões de dólares.

Para o aumento da produção, a única novidade foi a confirmação de novos modelos 250 cilindradas, a exemplo da YZF-R250 que deve estrear no mercado indiano no início do de 2013 e chega para brigar com a Kawasaki Ninja 300 e a Honda CBR 250, além do lançamento de um conceito motor com três cilindros.

No que se diz repeito a motocicletas, a montadora japonesa confirmou o fortalecimento no mercado indiano, nos países do sudeste asiático e em países desenvolvidos como exemplo dos EUA, onde pretende introduzir novos modelos e conceitos. Nada foi estimulado e nem sequer comentado sobre o mercado brasileiro, o quinto maior do mundo.

O mercado de motocicletas está cada dia mais movimentado, diversas montadoras trabalham no desenvolvimento e lançamento de novos modelos. A Yamaha não só no Brasil, mas como em todo o mundo está ficando para trás na briga deste mercado. Pois, além de não cumprir as metas estabelecidas em 2011, (quando prometeu para imprensa um crescimento para 20% nas vendas para o mercado brasileiro nos próximos anos) ainda esta carente em lançamento de novos modelos.

Foto: Divulgação

Powered by Ofen Tecnologia da Informação